Inicial > Cidadania e inclusão > Variações dos preços das cestas básicas causam preocupações de consumidores

Variações dos preços das cestas básicas causam preocupações de consumidores

Por Michele Barbosa

Os resultados das pesquisas da cesta básica já foram divulgados, com tantas variações é possível alterações nas marcas e a quantidade  dos produtos muitas vezes não são suficientes

Os resultados das pesquisas da cesta básica já foram divulgados, com tantas variações são possíveis alterações nas marcas e a quantidade  dos produtos muitas vezes não são suficientes.

 As pesquisas de cálculo da Cesta básica começaram em dezembro de 1989 pelo Centro de Estudos e Pesquisas da Secretaria de Defesa do Consumidor (PSDC), em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).

O objetivo é o de oferecer ao consumidor paulistano um instrumento auxiliar para a determinação de compras mais racionais do ponto de vista do preço, permitindo-o ter uma visão mais clara da incidência de cada produto sobre seu orçamento doméstico.

Para que seja definido o valor da Cesta básica é necessário calcular a partir da média dos preços em cada produto, independentemente de cada mercado, e independentemente da marca ou tipo, pois o que vale é a quantidade necessária para consumo de cada item.

Diariamente, muito eco os pesquisadores cotam os valores nos supermercados, para que não haja exploração de preços.

A Prefeitura de Guarulhos divulgou, nessa quarta-feira, 21, a pesquisa de preços dos produtos da cesta básica realizada por técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) na última  segunda-feira,19, em 27 supermercados da cidade. São produtos alimentícios, de limpeza e de higiene pessoal.

Cada cesta deveria ser adequada ás famílias e teria que ter desde os produtos de limpeza até  o arroz, o feijão, o óleo e etc.

São diversas as necessidades e as opiniões dos consumidores em relação ao benefício da cesta. A auxiliar de enfermagem  Suzy  Francisco,40, que recebe cesta básica alega: “No meu caso mesmo eu recebendo cesta tenho que fazer as compras do mês, pois não é sempre que vem a mesma marca de feijão e do sabão em pó que eu gosto de usar, cada cesta deveria ser adequada às famílias e teria que ter desde os produtos de limpeza até  o arroz, o feijão, o óleo e etc.”

A operadora de caixa Elaine Nascimento, 27, diz que a cesta básica que recebia era muito boa e suficiente. “Hoje já não recebo mais, pois mudei de empresa e na atual não é um benefício cedido ao funcionário, a cesta básica faz muita falta e a que eu recebia supria as necessidades de minha casa, só complementava no mercado com as misturas”

Em Guarulhos, o valor dos produtos caíram e atualmente possuem um preço aceitável pela população. Veja na tabela abaixo os produtos que atualmente sofreram alterações de preços no município:

Tabela Comparativa de Preços

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: