Inicial > ESPECIAL MULHER > Aborto ilegal é a terceira causa de morte materna no Brasil

Aborto ilegal é a terceira causa de morte materna no Brasil

Por Kizzy Fonseca
Falta de informação e discriminação aumenta o índice de aborto ilegal no País

O aborto é um tema polêmico na sociedade brasileira, sobretudo nos eixos culturais, politícos e religiosos, que herdaram o conservadorismo. Ao tratar do direito de aborto em circunstâncias de violência sexual, algumas mulheres recorrem ao aborto ilegal ao deparar-se com o preconceito e falta de informação. Como consequência, aumenta o número de morte maternas no País.

No Brasil, o artigo 128 do código penal prevê o direito de aborto legal nos casos de violência sexual ou quando a gestação oferece graves riscos para saúde da gestante. Contudo, a mulher assegurada pela legislação sofre preconceitos, pressões, e pré-julgamentos.

 A vítima encontra diferentes obstáculos ao optar pelo o aborto legal. A falta de informação sobre os direitos e a lei é um deles. Os pedidos de autorização judicial, como o boletim de ocorrência, laudo do Instituto Médico Legal (IML) e o corpo delito, exame para analisar evidências deixadas pelo criminoso complementam a lista de solicitações.

 As exigências são muitas, apesar de algumas unidades públicas não disponibilizarem o serviço de aborto legal, o direito a medicamentos específicos, além de médicos que se negam a fazê-lo.

Esses dados resultam no alto índice de aborto clandestino no País, totalizando a terceira causa de óbito materno, segundo relatório da Federação Internacional de Planejamento Familiar (IPPF). O aborto clandestino é um procedimento inseguro, que causa sequelas, esterilidade ou até mesmo, a morte de mulheres.

É um problema grave de várias ramificações. A cultura brasileira ainda  qualifica a mulher como única responsável, o quê justifica o ato do agressor. As religiões  possuem forte influência na sociedade, como Evangélicas, Judaísmo, Espirítimos e principalmente a Católica são contra o aborto, mesmo em caso de violência sexual. Essas instituícões consideram crime e assassinato o aborto.

 Muitas mulheres recorrem ao aborto ilegal para evitar o constrangimento de duas grandes violências: a sexual e o preconceito social.

Anúncios
Categorias:ESPECIAL MULHER
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: