Inicial > ESPECIAL MULHER > Agressão física é apenas um dos tipos de violência contra mulheres

Agressão física é apenas um dos tipos de violência contra mulheres

Foto divulgação: Stock Photo

Por Dani Domenech

Com o aumento das denúncias de violência contra mulheres surgem dúvidas do porquê de tanta agressão e quais os tipos

Nos últimos meses foram noticiados vários casos de violência contra mulheres no Brasil e no mundo. Os mais recentes são a morte da advogada Mércia Nakashima e o desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro, Bruno Fernandes, do Flamengo. Segundo o jornal O Globo, a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República divulgou, no início de agosto, uma alta de 112% nas denúncias de violência contra mulheres pelo Ligue 180. Estes dados são dos sete primeiros meses de 2010, em comparação com o mesmo período do ano passado. Mas com tantos incidentes e o aumento de denúncias, surgem dúvidas: de onde vem a violência contra a mulher, quais os tipos de violência e como é feita a denúncia?

Embora muitas vezes o álcool, drogas ilegais e ciúmes sejam apontados como fatores que desencadeiam a violência contra a mulher, na raiz de tudo estão a maneira como a sociedade dá mais valor ao papel masculino, o que por sua vez se reflete na forma de educar os meninos e as meninas. Enquanto os meninos são incentivados a valorizar a agressividade, a força física, a ação, a dominação e a satisfazer seus desejos, inclusive os sexuais, as meninas são valorizadas pela beleza, delicadeza, sedução, submissão, dependência, sentimentalismo, passividade e o cuidado com os outros.

A violência contra mulher é “qualquer ato ou conduta baseada no gênero, que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico à mulher, tanto na esfera pública como na esfera privada”, de acordo com a definição da Convenção de Belém do Pará (Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher), adotada pela Organização dos Estados Americanos, em 1994.

Dentre os tipos de violência contra as mulheres, estão a agressão física, sexual e moral, que são mais conhecidas, mas há a violência de gênero, a qual a mulher sofre pelo fato de ser mulher, violência familiar, ocasionada no âmbito das relações formadas por vínculos de parentesco, seja natural, civil, afetivo ou por afinidade, violência institucional, motivada por desigualdades e a violência intrafamiliar, quando ocorrem negligência e abandono dos familiares.

As mulheres que sofrem qualquer tipo de violência podem e devem procurar as Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAM), mais conhecidas como Delegacias da Mulher (DDM), e registrar a ocorrência. Na denúncia é importante que a mulher conte tudo em detalhes e levar testemunhas. As vítimas podem contar com abrigos em locais secretos para ela e os filhos, além do anonimato.

Anúncios
Categorias:ESPECIAL MULHER
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: