Arquivo

Archive for outubro \07\UTC 2010

Aplicabilidade da Lei Ficha Limpa ainda está indefinida

Por Rodrigo Buffo

Cidadão comum que responda a qualquer ação judicial pode ser barrado em concurso público   

Manifestantes em frente ao STF durante o julgamento de Joaquim Roris (PSC), candidato caçado pela lei Ficha Limpa

O primeiro turno das eleições ocorreu no último domingo, 3 de outubro, sem uma definição do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação à aplicabilidade da Lei Ficha Limpa ainda para o pleito de 2010. 

Na madrugada do dia 24 de setembro, o STF decidiu suspender a sessão na qual se julgava a validade da Lei após o empate de cinco votos a cinco.

Com a indefinição, um novo julgamento deveria ter sido marcado para o dia 29 de setembro, quatro dias antes da eleição, o que não ocorreu. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já havia firmado a aplicabilidade da Lei em junho e aguardava a decisão do STF.

O ministro do STF, José Antonio Dias Toffoli, um dos que não aprovou a aplicabilidade da Lei para este ano, baseou-se no artigo 16 da Constituição para justificar sua posição. “O artigo 16 é tão nítido e inquestionável quanto seu alcance e finalidade. Diz que a Lei que alterar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publicação, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da data de sua vigência”, afirmou o ministro em entrevista para a Folha de São Paulo.

O impasse torna-se ainda mais questionável uma vez que é imprescindível ter a “ficha limpa” para um cidadão comum ingressar em um cargo concursado, sendo a investigação social uma etapa eliminatória do processo para ingresso no serviço público. Neste processo é investigada a idoneidade moral, social, funcional, civil e criminal do candidato inscrito nos concursos públicos, reprovando-o ao menor desvio.

“Se qualquer jovem para se habilitar, por exemplo, a um cargo público, deve ter uma escolaridade mínima e apresentar atestado de bons antecedentes, uma folha corrida “limpa”, por que para governar, legislar não precisava nada disso? Por que, simplesmente, não se estender o alcance das leis e normas que regem os concursos públicos para os candidatos a cargos eletivos?” questiona o professor e pesquisador do Programa de estudos, pesquisas e formação em políticas e gestão de segurança pública (Progesp) da UFBA, Antonio Jorge Ferreira Melo, em entrevista para o jornal online À queima roupa.

“Neste processo é investigada a idoneidade moral, social, funcional, civil e criminal do candidato inscrito nos concursos públicos, reprovando-o ao menor desvio.”

Em setembro de 2009, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) entregou a Michel Temer (PMDB-SP), o então presidente da Câmara dos Deputados, o projeto de Lei com o objetivo de melhorar o perfil dos candidatos a cargos eletivos no Brasil, tornando mais rígidos os critérios de inelegibilidade.

Anúncios

Guarulhos deve ganhar rodoviária em aniversário

Por Cristiano Pereira

Cidade comemora 450 anos e população se beneficia com transporte público de qualidade 

Obras do Terminal Rodoviario do Cecap em andamento

 O município de Guarulhos pode ganhar o Terminal Rodoviário do Cecap de presente de aniversário. As construções tiveram início em 23 de junho de 2009 e com entrega prevista para o mês de dezembro deste ano, quando a cidade irá completar 450 anos de fundação.

A construção está localizada na Alameda dos Lírios, no Parque Cecap, com um custo estimado em R$ 18.878.666,41. Sendo que R$ 15.850.000,00 são recursos oriundos do Ministério do Turismo. Os serviços rodoviários devem atender cerca de 50 mil famílias no local, sendo que 35 mil pessoas devem utilizar, por dia, 14 linhas metropolitanas e oito linhas municipais.

 O projeto que presenteia “a cidade progresso”, como é conhecida pelos guarulhenses, foi desenvolvido pelo arquiteto e urbanista Roberto Ezell Mac Fadden, especialista na área de transportes. Entre vários projetos, estão as estações da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), estações do metrô das cidades de Lisboa, em Portugal; Caracas, na Venezuela; e Tel-Aviv, em Israel. “Estava na hora de uma cidade com 1,3 milhão de habitantes dispor de uma rodoviária’, diz Mac Fadden.

 A rodoviária está projetada para a redução do fluxo de veículos que circulam no local. Há saídas para ônibus e carros afastados do bairro, ligadas às vias que despejam em um rápido acesso até as rodovias que cruzam Guarulhos. Como um presente moderno, o “pacote” terá uma área verde contendo 95% de árvores frutíferas para aliviar o meio ambiente, melhorando a qualidade do ar e as linhas de calor.

Previsto para integrar a futura estação de trem da CPTM, o terminal irá possibilitar uma variedade de transportes, tendo em sua operação de transbordo o corredor metropolitano Tucuruvi-Taboão. O morador do Parque Cecap, Danilo Santos, 19, acredita nos benefícios do terminal para a região. ”Será maravilhoso ter essa rodoviária no bairro. Ela trará bons resultados para o pessoal daqui e a população de Guarulhos que merece um transporte de qualidade”, ressalta Santos.

Nos 450 anos, a cidade presenteada dará conforto à população, beneficiada pela implantação da rodoviária, com previsão de novas oportunidades de emprego. A solução no sistema de transporte que atualmente é complicada será resolvida. Guarulhos fará parte de uma nova categoria de metrópoles, englobadas pela modernização do transporte público, expandindo possibilidades de o terminal interligar regiões próximas a cidade, que não dispõe do serviço rodoviário.

Categorias:Cidade

Programa Habitacional oferece mais de um milhão de moradias



Por Talissa Minotto

 

Até 2014, Programa Habitacional em Guarulhos “Minha Casa, Minha Vida” oferece mais de um milhão de moradias para famílias que ganham até três salários mínimos

Inscrições abertas

Em 2 de setembro, o Programa Habitacional ”Minha Casa, Minha vida” apresentou para a população guarulhense a oportunidade de sair do aluguel e realizar o sonho da casa própria. Quem ganha até três salários mínimos pode comprar sua casa com mais facilidade. São mais de um milhão de apartamentos que serão entregues até 2014.

Os apartamentos de 42 m², localizado no bairro dos Pimentas, custam  a partir de R$ 75 mil. De acordo com o governo federal são mais de 6,5 mil inscritos na cidade de Guarulhos. O cadastramento pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Os interessados devem procurar às agências da Caixa Econômica Federal (CEF) ou podem se inscrever pela internet

O projeto do governo em conjunto com a Caixa Econômica Federal facilita a compra da casa própria e leva moradia às famílias menos privilegiadas. A parceria informou que já são mais de R$ 400 milhões investidos no programa “Minha casa, Minha vida” e, até 2014, investem mais de R$ 1 bilhão.

Categorias:Uncategorized

UNG por dentro das Redes Sociais na Internet

Por Nany Cardoso
 
 
Novas ferramentas eletrônicas facilitam a comunicação entre comunidade acadêmica

 A Universidade Guarulhos (UNG) tornou-se uma grande responsável em modernizar o modo de comunicação entre alunos, ex-alunos, professores e funcionários da instituição. Em termos práticos, trata-se da implantação de um serviço pela internet com o domínio da UNG. Uma série de recursos o acompanha, entre os quais Disco Virtual para armazenamento de arquivos online, Office Live Workspace, Messenger, calendários compartilhados e as atuais Redes Sociais, como Linked-in, Facebook e Twitter.

Essas novas mídias irão estimular a navegação pela internet, facilitar a comunicação entre a comunidade acadêmica e intensificar a presença da UNG nas Redes Sociais

Em pleno século XXI, e a tecnologia tem sido fato predominante para a vivência da humanidade em termos de praticidade e comunicação. As pessoas passaram a utilizar meios de comunicações diferenciados, conseguindo assim ultrapassar a barreira do tempo e do espaço.

As Mídias Sociais são os mais novos estilos de comunicação e estão ganhando cada vez mais destaque no mundo. Com toda essa tecnologia e utilização desses novos meios, a UNG está tornando-se uma das maiores redes colaborativas do País. A Instituição desenvolve projetos que geram oportunidades para a comunidade universitária, para as empresas e a sociedade como um todo. “Iremos fortalecer a identidade dos alunos, possibilitar novos espaços para a troca de conhecimentos e inserir a UNG em mais um círculo da inovação tecnológica”, afirma a analista de suporte de TI da UNG, Luciana Bruneto.

É fato que a Universidade já alcançou a sua consolidação no espaço no qual atua, mas está bastante confiante em ir mais longe.  Segundo o gerente de Marketing da UNG, Marcos Aquenaton, a Instituição começou com um portal, tornou-se auto-sustentável e com alto valor agregado. “Essas novas mídias irão estimular a navegação pela internet, facilitar a comunicação entre a comunidade acadêmica e intensificar a presença da UNG nas Redes Sociais, diz Aquenaton.

Categorias:Espaço UNG

Olimpíada colegial de Guarulhos move cerca de 120 escolas

Por Aline Assis

Guarulhenses comemoram a 40ª olimpíada colegial, reunindo cerca de oito mil pessoas no Thomeozão

Este ano, Guarulhos organiza a 40ª Olimpíada Colegial Guarulhense (OCG). O evento iniciou-se em 11 de setembro, movimentou cerca de 20 mil atletas durante duas semanas e contou com a participação de 120 escolas, entre estabelecimentos municipais, estaduais e particulares da cidade de Guarulhos.     A  40ª OCG  teve  15 modalidades esportivas, sendo dez individuais: atletismo, capoeira, damas, ginástica artística, judô, caratê, natação, tênis, tênis de mesa e xadrez; e cinco coletivas: basquete, futsal, handebol, futebol e voleibol.

Olimpíada Colegial começa neste sábado e reúne 120 escolas

Para a organização da Olimpíada, os participantes foram colocados de acordo com as idades: pré-mirim, até 12;  mirim, até 14; infantil, até 16 e juvenil, até 17 anos.

A cerimônia de abertura oficial no Ginásio Thomeozão, no Bom Clima, levou cerca de oito mil pessoas à comemoração da 40ª edição da Olimpíada Colegial Guarulhense. Presença ilustres marcaram o evento, como a do idealizador, ex-prefeito de Guarulhos, Jean Pierre Hermann de Morais Barros; do ex-chefe do gabinete do prefeito, Ronaldo Saracenni; do jornalista e responsável pela cobertura das primeiras edições da OCG, Hermano Henning, e, ainda, dos membros da primeira comissão organizadora da competição, João da Costa Freitas e Milton Resende.

Categorias:Esportes

História do Padre Bento é contada em DVD

Por Kizzy Fonseca

Pacientes, ex-funcionários e moradores da região ajudaram a resgatar a história do teatro

O teatro Padre Bento é homenageado com DVD que conta a história do local. Antes de casa de espetáculo, o teatro era sanatório para hansenianos. O vídeo estreou no sábado, 18 de setembro. Este material é uma adaptação da peça “Estudo sobre a segregação” do grupo Populacho e Piquenique Classe C sob a direção de Juliana Salvaia, que fez questão de preservar o nome da peça em seu trabalho.

 O teleteatro é resultado de uma vasta pesquisa da trajetória do Padre Bento. Foram aproximadamente dois anos de apuração e entrevistas para alcançar dados concretos. Os envolvidos no trabalho tiveram dificuldades por parte do Estado em divulgar informações sobre o sanatório. Segundo o grupo Populacho, a maioria delas veio dos pacientes, ex-funcionários e moradores da região.

Teatro Padre Bento após reforma do antigo sanatório

 Uma das fontes pesquisadas foi o livro Eu Denuncio o Estado de Arnaldo Rubio, que conta a história da hanseníase no Brasil. O autor é um ex-interno do Padre Bento, e uma das primeiras crianças curadas. “Rubio faz a venda dos próprios livros” conta Juliana. O autor mora no Pensionato São Francisco em Guarulhos, com outros ex-internos de todo estado que optaram morar no patronato, do que retornarem para a família.

 O roteiro do vídeo inclui contos reais dos personagens. São relatos tristes que indicam a dura situação vivida pelos pacientes que residiam do outro lado dos altos muros do sanatório, que os separavam do resto do mundo. Todas as cenas são passadas com respeito e fidelidade aos acontecimentos da época. 

A exibição do teleteatro está em cartaz até o final de outubro, no teatro Padre Bento. “A estreia foi muito rica, a troca com o público que assistiu foi muito interessante e quero trocar mais impressões, com diversas pessoas sobre o trabalho”, ressalta Juliana.

 O vídeo tenta chamar a atenção do público para o preconceito e a falta de informação da doença que ainda persiste hoje. Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o segundo país com mais casos de hanseníase no mundo, perdendo apenas para a Índia.

 

 

Categorias:Arte e Cultura

Rua do Samba é inaugurada em Guarulhos

Por Thati Bertolino

 Na inauguração, cerca de mil pessoas assistiram ao show de Royce do Cavaco 

Aproximadamente mil pessoas estiveram presentes na inauguração do espaço, que contou com o show de Royce do Cavaco

A iniciativa será realizada, a princípio, uma vez por mês e tem por objetivo o resgate, a preservação, a promoção e a divulgação do samba

Desde 12 de setembro, A rua Ana Cardoso de Santana, no bairro Macedo, foi transformada no mais novo ponto de encontro de Guarulhos. A via, que fica próxima ao viaduto Cidade de Guarulhos, é agora a Rua do Samba, e contará com a realização de atividades pelo menos uma vez por mês. A entrada é gratuita e os organizadores têm por objetivo o resgate, a preservação e a divulgação do samba, além de homenagiar todos aqueles que lutam em prol da cultura popular. Aproximadamente mil pessoas estiveram presentes na inauguração do espaço, que contou com o show de Royce do Cavaco, um dos maiores intérpretes de samba-enredo do País. Também se apresentou o grupo Pagode dos Amigos, que possui três integrantes da antiga formação dos Originais do Samba. Os intervalos foram marcados por muito samba-rock comandado pelo DJ Bonee Dee. Representantes de todas as agremiações e escolas de samba da cidade também estiveram no local.  Além da Rua do Samba, a Secretaria de Cultura e a Liga Guarulhense das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos (Liesg) têm trabalhado juntas com a proposta de aprimorar ainda mais os conceitos sobre a maior festa popular do País – o Carnaval. Entre as várias ações nesse sentido, a Secretaria e a Liga firmaram parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para a realização de cursos gratuitos de capacitação e profissionalização. O objetivo é formar mão-de-obra qualificada para atender à crescente demanda do Carnaval. O projeto Rua do Samba foi idealizado pela Liga Independente das Escolas de Samba. A Rua surge, também, como uma nova ação de caráter sociocultural, que busca contribuir para a preservação das heranças e referências culturais, passos importantes para inclusão social e a valorização do cidadão. Na Rua se realizou também o 1º Fórum do Carnaval, que contou com palestras de profissionais renomados do Carnaval paulistano e carioca. Durante as atividades, os participantes puderam conhecer um pouco sobre o Carnaval do Rio de Janeiro e de São Paulo. Além de saber como são feitos os trabalhos na bateria, harmonia, do casal mestre-sala e porta-bandeira, e como funciona a comissão de frente e o que representam as fantasias e alegorias.

 musica de Royce do Cavaco – Volta Por Cima

Categorias:Arte e Cultura