Arquivo

Archive for the ‘Política e Economia’ Category

Comerciantes esperam fim de ano movimentado

Por Cristiano Pereira

Consumidores devem gastar mais em relação ao ano passado

O movimento de consumidores começou a aumentar na rua Dom Pedro II, em Guarulhos, no período em que antecede as compras de Natal e final de ano. O grande movimento antecipado anima os comerciantes, que acabam reforçando os estoques. A expectativa é fechar 2010 com um crescimento superior a 12% em comparação ao ano passado, em que o país sofreu com os fragmentos da crise econômica mundial de 2008.

Movimento de consumidores na Dom Pedro

O movimento no período que antecede as datas comemorativas já é surpreendente em algumas lojas. Para Emerson Silva, 34 anos, gerente de uma loja de roupas na Dom Pedro, o movimento já é perceptível. ”Em relação ao ano passado, o movimento é bem maior. Acreditamos que tenhamos um fim de ano com um aumento de 14% no mínimo”, disse. Silva aponta também que as pessoas estão comprando mais este ano. “Devido a crise as pessoas estavam um pouco receosa de fazer dividas no ano passado”, comentou Silva.

 O gerente da loja Mundial, que fica na Dom Pedro II, Claudinei Santana Santos, comenta que o movimento ainda não superou as expectativas. ”Ainda não é possível perceber a diferença de movimento por parte dos consumidores. Mas a meta em relação ao ano passado é de 20%”, comentou Santos.

 Um dos principais pontos fortes da rua que movimenta parte da economia de Guarulhos é a variedade de lojas instaladas. Entre as opções estão as unidades das redes C&A, Riachuelo, Magazzine Luiza, Marisa, Torra Torra, Casas Bahia, Ponto Frio, entre outras.

 No Brasil, cerca de 74 milhões de brasileiros

serão beneficiados com o 13° salário

De acordo com Wilson Lourenço, presidente da Associação Comercial e empresarial (ACE) de Guarulhos, comenta que a expectativa no aumento das vendas em relação ao ano passado é de 12%.

 No Brasil, cerca de 74 milhões de brasileiros serão beneficiados com o 13° salário, segundo estimativa do DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Até dezembro de 2010 devem ser injetados na economia brasileira cerca de R$102 bilhões em decorrência do pagamento do décimo terceiro.

Emprego temporário almenta renda e abre oportunidade de efetivação

Emprego extra – Para muita gente, a chance de conseguir uma renda digna neste final de ano acontece através dos empregos temporários abertos no comércio em datas comemorativas, como o Natal. Nas agências de empregos as ofertas aumentam. Segundo a Economista e professora da Universidade de Guarulhos (UNG), Nilza Aparecida Siqueira, isto se deve ao aumento na demanda do comércio e serviços, e em decorrência das festas e da renda adicional que chegam aos consumidores com o 13° salário.

Dilma Roussef ganha no segundo turno, tornando-se a primeira mulher na Presidência do País

Por Monique Corrêa

Petista obteve maior número de votos em três das cinco regiões brasileiras

 A candidata do PT, Dilma Roussef, foi eleita presidente do País, após vencer o candidato do PSDB, José Serra, no segundo turno das eleições. A petista obteve 56,05 % dos votos válidos, contra 43,95 conquistados pelo candidato tucano.

Após um primeiro turno conturbado para os petistas, uma vez que todas as pesquisas indicavam a vitória nesta fase, Dilma conseguiu se sobressair, tornando-se a primeira mulher presidente do Brasil.

Lula, o principal personagem na campanha de Dilma Roussef

  Raio X das eleições

 As eleições 2010 foram marcadas por polêmicas, como por exemplo, a união entre homossexuais e a descriminalização do aborto. Após algumas entrevistas à imprensa, Dilma foi acusada pelos católicos de apoiar os atos, que segundo a igreja, não são considerados cristãos, porém a petista negou as acusações, alegando ser contra a legalização do aborto.

Cientistas políticos acreditam que Roussef perdeu alguns votos de católicos e evangélicos no primeiro turno por conta da polêmica. A ideia fez com que PT e PSDB dessem destaque para o tema, levando-o para propagandas eleitorais e debates no segundo turno, a partir daí o que se via eram acusações pessoais entre os candidatos, levando em consideração a religiosidade particular e esquecendo um pouco a importância da análise do assunto.

Quem se promoveu no meio do turbilhão foi à candidata do Partido Verde, Marina Silva, em sua primeira candidatura presidencial, que ganhou quase 20% dos votos válidos e foi apontada como responsável pelo segundo turno. Após a constatação, Marina passou a ser disputada por Serra e Dilma visando uma aliança entre os partidos, porém o PV preferiu não apoiar nenhum candidato.l “Quero afirmar que o fato de não ter optado por um alinhamento neste momento não significa neutralidade em relação aos rumos da campanha. Creio mesmo que uma posição de independência, reafirmando idéias e propostas, é a melhor forma de contribuir com o povo brasileiro”, afirmou Marina.

 …O que se via eram acusações pessoais entre os candidatos, levando em consideração a religiosidade particular e esquecendo um pouco a importância da análise do assunto

 O primeiro turno terminou com Dilma Roussef do PT conquistando 46,91% e José Serra do PSDB com 46,91% dos votos válidos.

 

O candidato derrotado José Serra em inauguração da nova Marginal mar/10

 O segundo turno

  O segundo turno das eleições foi marcado por novas polêmicas, como a quebra de sigilo da filha de José Serra na Receita Federal, panfletos religiosos contra a candidata Dilma e desvio de dinheiro de campanha do PSDB.

 Setembro/2010 – Quebra de Sigilo: O sigilo fiscal de Verônica Serra, Filha do candidato José Serra, foi violado em 30 de setembro de 2009. Uma funcionária da Receita Federal, na região de Santo André, foi acusada de praticar o ato, porém, alegou ter recebido uma procuração do homem chamado Antonio Carlos Atella Ferreira. A filha do candidato tucano declarou que desconhece o nome citado. Um ano após o ocorrido, o fato caiu na imprensa e causou extremo desconforto entre os partidos. José Serra afirmou que a ação esta ligada à campanha de Dilma e, segundo ele, em entrevista ao jornal da Globo, a petista estava usando o filho dos outros para ganhar a eleição. O caso ainda corre na justiça.

Outubro/2010 – Panfletos suspeitos: A Polícia Federal apreendeu folhetos relacionando a candidata petista à legalização do aborto. O material estava na gráfica localizada no bairro do Cambuci em São Paulo e, segundo o proprietário, do estabelecimento, havia sido encomendado pela Diocese de Guarulhos. O PT elaborou Boletim de Ocorrência para apurar supostos crimes eleitorais.

A defesa da Diocese afirmou em entrevista ao jornal G1, em 20 de outubro, que “Não se trata de um panfleto, mas de documento da Igreja Católica”. O PT afirma que o PSDB pode estar envolvido na confecção dos documentos, mas os tucanos negam qualquer participação. O processo está em segredo de justiça.

 Outubro/2010 – Homem chave do PSDB: A revista IstoÉ publicou uma reportagem afirmando que o ex-diretor da Dersa, Paulo Preto havia sumido com 4 milhões de reais que seriam utilizados na campanha tucana. Segundo a revista, a denúncia foi feita por homens do próprio partido de Serra. O caso teria acontecido durante a gestão do candidato à presidência, quando era governador de São Paulo entre 2007 e abril de 2010. José Serra afirmou que conhecia o ex-diretor, entretanto, nunca havia tido notícias do suposto desvio.

  As propostas

 Veja no quadro abaixo algumas das propostas dos candidatos à presidência

José Serra Propostas Dilma Roussef Propostas
Social Criar parcerias com o governo visando melhorar as condições para estudantes Social Acabar com a miséria na próxima década
Segurança Criar um ministério voltado somente para assuntos de segurança Saúde Rever os impostos sobre os remédios, diminuindo custos.
Bolsa Família Continuar a Bolsa Família   Novo Ministério Oferecer suporte desde micros a grandes empresas

 

A nova presidente                       

  Após quase 10 debates e campanhas eleitorais, os eleitores brasileiros elegeram Dilma Roussef do PT com 56,05 % dos votos. O segundo turno ocorreu em 31 de outubro de 2010.

  Dilma é economista e entre os cargos públicos ocupados, está o de ministra de Minas e Energia e, posteriormente, assumiu a Casa Civil. Recentemente foi escolhida pela revista norte-americana “Forbes” a 16ª pessoa mais poderosa do mundo.

A primeira presidente mulher eleita ganhou em três das cinco regiões brasileiras (Sudeste, Norte e Nordeste).

A nova governante comemorou muito a vitória, porém o presidente Luis Inácio Lula da Silva, peça chave na campanha petista, não apareceu na festa da vitória, deixando o destaque somente para a parceira.

Após as comemorações, Dilma se reuniu com membros e aliados do partido para definir cargos e propostas para 2011.

Aplicabilidade da Lei Ficha Limpa ainda está indefinida

Por Rodrigo Buffo

Cidadão comum que responda a qualquer ação judicial pode ser barrado em concurso público   

Manifestantes em frente ao STF durante o julgamento de Joaquim Roris (PSC), candidato caçado pela lei Ficha Limpa

O primeiro turno das eleições ocorreu no último domingo, 3 de outubro, sem uma definição do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação à aplicabilidade da Lei Ficha Limpa ainda para o pleito de 2010. 

Na madrugada do dia 24 de setembro, o STF decidiu suspender a sessão na qual se julgava a validade da Lei após o empate de cinco votos a cinco.

Com a indefinição, um novo julgamento deveria ter sido marcado para o dia 29 de setembro, quatro dias antes da eleição, o que não ocorreu. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já havia firmado a aplicabilidade da Lei em junho e aguardava a decisão do STF.

O ministro do STF, José Antonio Dias Toffoli, um dos que não aprovou a aplicabilidade da Lei para este ano, baseou-se no artigo 16 da Constituição para justificar sua posição. “O artigo 16 é tão nítido e inquestionável quanto seu alcance e finalidade. Diz que a Lei que alterar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publicação, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da data de sua vigência”, afirmou o ministro em entrevista para a Folha de São Paulo.

O impasse torna-se ainda mais questionável uma vez que é imprescindível ter a “ficha limpa” para um cidadão comum ingressar em um cargo concursado, sendo a investigação social uma etapa eliminatória do processo para ingresso no serviço público. Neste processo é investigada a idoneidade moral, social, funcional, civil e criminal do candidato inscrito nos concursos públicos, reprovando-o ao menor desvio.

“Se qualquer jovem para se habilitar, por exemplo, a um cargo público, deve ter uma escolaridade mínima e apresentar atestado de bons antecedentes, uma folha corrida “limpa”, por que para governar, legislar não precisava nada disso? Por que, simplesmente, não se estender o alcance das leis e normas que regem os concursos públicos para os candidatos a cargos eletivos?” questiona o professor e pesquisador do Programa de estudos, pesquisas e formação em políticas e gestão de segurança pública (Progesp) da UFBA, Antonio Jorge Ferreira Melo, em entrevista para o jornal online À queima roupa.

“Neste processo é investigada a idoneidade moral, social, funcional, civil e criminal do candidato inscrito nos concursos públicos, reprovando-o ao menor desvio.”

Em setembro de 2009, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) entregou a Michel Temer (PMDB-SP), o então presidente da Câmara dos Deputados, o projeto de Lei com o objetivo de melhorar o perfil dos candidatos a cargos eletivos no Brasil, tornando mais rígidos os critérios de inelegibilidade.

Escolha não pode passar em branco

Por Nathalia Melo

 

Anulação de uma eleição pode ocorrer se houver compra de voto, interferência do poder político ou de autoridade, votar nulo não causa a anulação da eleições

Eleitor utiliza urna eletronica

As eleições acontecem de dois em dois anos, exceto para os cargos de senador que tem um mandato de oito anos, os demais cargos que tem duração de quatro anos. A votação é obrigatória e secreta.

Neste ano, 135,8 milhões de pessoas devem votar, sendo 48% homens e 52% mulheres. Mais de 200 mil de pessoas devem votar no exterior, um crescimento de 132% em 4 anos e 74% da população de SP, RS e SC votam. Esse é o melhor índice do  País, indica o IBGE.

O que as pessoas não sabem é que existem também os votos Brancos e Nulos.

As eleições no Brasil são divididas em dois grupos, eleições federais e estaduais nas quais são escolhidas o presidente da República, o deputado federal, o deputado estadual, o senador e governador, e eleições municipais, que são escolhidas prefeitos e vereadores.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os votos nulos não são computados no total de votos validos e o voto Branco ocorre quando o eleitor escolhe a opção Branca e confirma na urna eletrônica, ou seja, o voto nulo é quando o eleitor coloca uma numeração invalida e o voto Branco é quando o eleitor não sabe ou não quis votar em qualquer dos candidatos.

Votar nulo não causa a anulação das eleições, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu que os votos nulos por manifestação dos eleitores (protesto) não acarretam a anulação de eleição.

 O TSE também informa que a anulação de uma eleição pode ocorrer se houver compra de voto, por abuso econômico, interferência do poder político ou de autoridade. O código eleitoral também prevê anulação da eleição se houver fraude ou coação.

Como o voto nulo não é computado no total dos votos validos, o eleitor poderá  favorecer uma vitória de um candidato ruim, por ter deixado de escolher conscientemente o seu representante. Não participar do processo eleitoral pode ser prejudicial a todos, então vote consciente.

Câmara aprova redução de ISS para informática

 Por César Bussola

Iniciativa da Prefeitura visa reduzir a carga tributária para o setor

 

No início do mês de outubro, a Câmara Municipal aprovou o projeto da Prefeitura de redução do ISS de 5% para 2%, para o setor de informática em primeira votação. A matéria deve ser aprovada novamente em segunda votação para a aprovação pelo prefeito Sebastião Almeida.

Não dá para estender o benefício para mais setores, sem os estudos para ver se a contribuição irá aumentar. O Executivo deve providenciar isso

O setor de informática é beneficiado com a redução do ISS

Houve a retirada de duas emendas que incluíam os segmentos de propaganda e telemarketing, com o intuito de discutir mais sobre a matéria com os setores, e ainda aguarda um parecer favorável da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Segundo o líder da base governista Zé Luiz (PT) “Não dá para estender o benefício para mais setores, sem os estudos para ver se a contribuição irá aumentar. O Executivo deve providenciar isso.”

O projeto encontrou oposição apenas do vereador Índio de Cumbica (DEM), que questionou por que apenas o setor de informática recebeu esse “beneficio” no município “Por que só a informática vai cair para 2% o ISS? Esse projeto deveria ser estendido para outros segmentos, como reciclagem e mecânica.”

O Governo alega para diminuir o ISS que o número de estabelecimentos que pagam as taxas municipais de instalação e publicidade aumentaram em 2008 / 2009. Com a redução do imposto, a arrecadação da Prefeitura com as empresas de informática será de R$ 927 mil. A queda é justificada pelo aumento para R$ 1,5 milhão neste ano de arrecadação com as duas taxas.

Servidores públicos ganham novo Portal

Por Tamiris Monteiro

Em comemoração ao Dia do Servidor Público a Secretaria de Administração e Modernização lançou o novo Portal do Servidor na Internet

Com apresentação da banda da Guarda Civil Municipal, show musical e sorteio de brindes, no Teatro Padre Bento, os servidores públicos acompanharam o lançamento do novo Portal do Servidor na Internet, idealizado pela Secretaria de Administração e Modernização. Em comemoração ao Dia do Servidor Público, a ação ocorreu em 28 de outubro e integrou a programação da Semana do Servidor 2009.

O novo Portal do Servidor será
utilizado por cerca de 17 mil
funcionários da Prefeitura

O novo Portal do Servidor será utilizado por cerca de 17 mil funcionários da Prefeitura, e nele estarão disponíveis informações e serviços como: segunda via de holerite, acompanhamento de solicitações e consulta da situação de férias, consulta de registro do ponto eletrônico, além de algumas solicitações que poderão ser feitas on-line e acompanhadas em tempo real.  Para obter informações pessoais, o servidor precisa se cadastrar, informar seu código funcional, seu CPF e escolher uma senha. Para conhecer o Portal, acesse www.portaldoservidor.guarulhos.sp.gov.br  

Durante o lançamento, também foi assinado um convênio com o Banco do Brasil de concessão de crédito imobiliário para financiamento de imóveis aos funcionários públicos municipais com isenção da tarifa de análise jurídica e utilização da menor taxa de juros entre as praticadas pelo banco. Para Marco Arroyo, secretário de Administração e Modernização o convênio complementa o programa “Minha Casa, Minha Vida” principalmente para os que estão fora da faixa atendida pelo programa.

Guarulhos quer entrar para grupo das cidades tecnológicas

Por Valdir Portásio

Cidade procura modelo para implementação de parque tecnológico

Prefeitura de Guarulhos cria, por decreto, em 18 de setembro,  grupo de trabalho para discutir modelo e implementação de parque tecnológico na cidade. A  Agencia de Desenvolvimento de Guarulhos (Agende) representando a sociedade civil e as secretarias do Desenvolvimento Urbano, Desenvolvimento Econômico, Finanças, Trabalho,  de Governo e Coordenadoria de Assuntos Federativos engrossam o lado do estado.

Sebastião Almeida - Prefeito de Guarulhos

O assunto que já vinha recebendo alguma atenção do governo municipal na gestão anterior (Eloi Pietá), agora ganha contornos oficiais. Segundo palavras do secretário de Governo, Alencar Santana, publicadas no Diário de Guarulhos (DG) no dia seguinte à assinatura do decreto, “é de interesse da prefeitura criar políticas e implementar ações que alimentem o desenvolvimento da cidade”

O QUE É

Tendência  mundial desde o início dos anos 90, no conceito de parque tecnológico está a ideia de aglutinar geograficamente universidades, empresas, centros de pesquisas, investidores que compartilhando de um mesmo ambiente formem um processo de colaboração para o desenvolvimento individual e comunitário. Exemplo mais famoso dessa atividade talvez seja o “Vale do Silício” na Califórnia, onde se formaram as maiores empresas e os mais conceituados centros de pesquisa na área da computação. Mas, segundo reflete o presidente da Agende, Daniele Pestelli em entrevista publicada no DG, “as pessoas costumam associar à ideia de parque tecnológico a computadores e tecnologias inovadoras. O parque, no entanto, engloba também um série de empresas com bases criativas; empresas com valor agregado, que têm o poder de transformar a economia do município, fazendo com que ela prospere, gere renda e mais empregos”.

BRASIL

No Brasil há vários empreendimentos baseados nesse modelo, tais como o Parque Tecnológico de São José dos Campos, no Estado de São Paulo, do Vale dos Sinos no Rio Grande do Sul,  de Florianópolis, de Aracajú, Belo Horizonte.  A comissão, logo após formada, já se apresentou para participar do 19° Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e do 17° Anprotec, em Florinópolis, Santa Catarina.

Vereador Alan Neto (PSC)

Nos dois primeiros dias do seminário será apresentado e discutido um tema de relevante importância para Guarulhos que é sobre modelos de parques tecnológicos em diferentes partes do mundo e o papel das universidades. O diretor da Agende, Marcelo Chueiri, em entrevista ao site olhao.com, revela que “entidades nacionais e internacionais presentes no evento acreditam que cada parque deve ser moldado de acordo com as necessidades da região onde serão inseridos e que podemos ter parques especializados o não, de gestão publica ou privada” e conclui “é desse forma, analisando as necessidades e as vocações da cidade, que devemos proceder para traçar um modelo ideal para Guarulhos.”